sábado, 5 de dezembro de 2015

A folha Deseja

A folha deseja....

Caneta e pincel,
Alvo de plena emoção
Poema de amor fiel,
Nota de velha canção.
........................................
Se faça em tela concisa
Deleite a sua atração
Vem minha Musa Lisa
Sou de ti o carvão.
......................................
De curva se enche a nua
Folha, tela, ranhura
A tinta mela de frescura
Desenhando a musa crua.
.....................................
A folha agora é arte
Se rir por toda parte
Casou-se com o pincel
Gramatura de babel.
......................................
Tela de uma só musa
Nua, inocente abusa
Do artista já cansado
Se rende ao vil pecado.
....................................
Tríade insana
Ele, ela e a tela
De leve sorriso
Pintou-se a bela.

Ana Cristina.