quinta-feira, 10 de março de 2016

Nosso Universo


Preciso da sua atenção?
Só quero um pouquinho
Olhe nos meus olhos
Fixe lá no fundo
Agora desarme os ombros
Abaixe as mãos
Sente-se em frente a mim
E num gesto de sobriedade
Respire fundo
Se quiser pode cruzar as pernas
Posso lhe servir água, suco ou café
Bebida com álcool não
Diremos algumas palavras sobre futilidades
Isso dará início à conversação
Pronto
Seremos breves, talvez
Se gostar dos meus argumentos
Poderemos passar um bom tempo por aqui
Eu, particularmente tenho tantas coisas a dizer
E você, talvez queira relatar a mim suas aventuras
E lhe direi os planos que tenho
Em relação a nós dois
Somos dois seres tão profundamente iguais
E tão imensamente diferentes
Sabe porquê?
Eu sou um universo
E você é outro, que atrai a mim, constantemente
E nessa atração diária
Nossos corpos carnais se dão em amor
É por isso que estou aqui, chamando a sua atenção
Enquanto o meu sol e a sua lua
Ainda brilham
Depois que a chama se for
Não haverá mais o momento
Só a fagulha da lembrança
Aí não haverá mais nenhuma atenção.
Ana Cristina.
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário